Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Pensar Alto...

A Pensar Alto...

25.11.20

Almeida Garrett: a casa feita cinza com futuro de museu

Vânia Pimenta
Nada melhor depois de um passeio de final de tarde, em pleno outono, do que aproveitar o sol das Virtudes, no Porto claro, e saborear uma boa bebida na melhor companhia.  Depois de uma tarde assim, subindo desde as virtudes deparei-me com uma casa devoluta e em muito mau estado. Não tinha nada que chamasse a atenção à vista, no entanto era um edíficio imponente e com algo que despertava a curiosidade: uma espécie de brasão enorme com umas letras que assim de longe não (...)
23.11.20

Ninguém se engana senão por ignorância

Vânia Pimenta
Como muitas pessoas confinada, decidi dar ouvidos à minha irmã e começar a ver Velvet. Uma série com poucos anos, mas que valeu a pena. Em suma, trata-se da história de um atelier de moda em Madrid, Las Galerias Velvet, e a trama passa pela história de amor travada de várias formas de Ana e Alberto, e muitos outros temas que não vêem agora ao caso. Num dos episódios, alguém com uma doença terminal, de acordo com a trama da altura, diz que "ninguém erra senão por (...)
22.11.20

"Mais se adora o sol que brilha, que o sol que ainda não nasceu"

Vânia Pimenta
Depois de mais um assalto à estante do meu avô, li "As Minas de Salomão", livro traduzido e de certa forma adaptado por Eça de Queiroz, e deparei-me com esta frase que me deixou a pensar: Mais se adora o sol que brilha, que o sol que ainda não nasceu. Fez-me perceber que ao longo dos séculos, o tempo muda, as gentes mudam, os hábitos mudam, os costumes mudam, a forma de vida muda, mas a essência de cada um e parte de um todo não, ao que parece não muda. De forma muito (...)
19.09.20

"No mundo todos somos um pedaço de algodão"

Vânia Pimenta
"Mas sabes...eu tenho a certeza de que no mundo todos somos um pedaço de algodão. Quando o algodão é apanhado das plantas é só uma "bola de pelo" com sementes e algumas impurezas lá pelo meio. Quando olhamos, não nos parece nada de especial , não vemos nada de espetacular ali, até que um dia olhamos para a montra de uma loja e lá está o algodão, agora, numa linda camisola. Assim somos todos nós. Porque ainda não conseguimos ver a camisola bonita, não significa que não (...)
04.05.20

Shakespeare and Company

Paris

Vânia Pimenta
I created this bookstore like a man would write a novel, building each room like a chapter, and I like people to open the door the way they open a book, a book that leads into a magic world in their imaginations. Criei esta livraria como um Homem escreveria um romance, criando cada divisão como um capítulo, e gosto que as pessoas abram a porta como abrem um livro, um livro que as leva a um mundo mágico na sua imaginação. George Whitman Paris, Cidade Luz, do Amor, da Arte, da (...)
21.04.20

Um Conto de Natal em Vila Nova de Gaia

Vânia Pimenta
Neste último Natal participei no concurso de contos para autores da Chiado Books. Assim que recebi o convite decidi abraçar este desafio porque adoro o Natal, sim "it's the most wonderfull time of the year" para mim. O desafio era criar um conto de Natal em poucas palavras. Escrevi sobre a história de um doce indispensável nas mesas de (...)